domingo, 25 de julho de 2010

Anjo do amor!


Porque tardas meu anjo em vir comigo?
Serei teu e serás minha,em nosso doce abrigo.
Longe das tormentas que agitam os dias,
adormece entre as flores ao som da harmonia.

A porta dos amores está entre aberta,
na cabana erguida ao espaço incerta.
O lábio apaixonado é um lar em chama,
é o desejo louco que só tem quem ama.

Porque tardais meu anjo? vens comigo!
Quero teu olhar brilhante de fulgores.
Vem desmaiar na febre dos amores,
deita em meu peito o seu peito entumescido.

Sonho de um poeta,
vamos meu amor fugindo.
E para sempre sorrindo,
para longe vamos andar.

Seremos dois canarinhos
faremos o nosso ninho
nas pétalas de uma flor

numa casinha tão linda,
Lá no bosque que se agita.
Onde o vento vai soprar.

Como pássaros errantes,
Que repetem delirantes:
" para ser feliz basta amar". Suzely Serqueira

sábado, 24 de julho de 2010

Mar Profundo


Imensidão profunda, segredo se desvendando. Ah, que mundo imenso de águas profundas gostaria de descobrir seus segredos e a sua poderosa força! AH, como eu queria desvendar seus mistérios! O que será que existe nessas profundezas infinitas?
Seriam monstros ou príncipes? Não sei!
Mas eu acho que embaixo dessa imensidão cósmica existem coisas muito lindas, como criaturas divinas,reinos, principados, águas claras, reis e rainhas, governando esse mundo imenso de águas. Ah, se pudesse entrar nesse palácio e descobrir o que há debaixo de tantas águas! Não posso! Ó mar imenso,como és lindo! tú es minha espiração espero por ti sempre!
AH, meu mar! mar imenso!como eu queria abraçar-te para que me embalasse em teus braços, faça-me dormir e acordar na suave brisa de teu amanhecer.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Se tu soubésseis


Quando em alta na amplidão flutua,
a linda lua com fatal valor.
Sabeis beleza que por ti suspiro
e que deliro a suspirar de amor.

Quando no leito em meio às cortinas,
tu te inclinas indolente aí!
Mas tu não sabes que,solitário e triste,
existe um ser que só pensa em ti.